UMA VIDA QUE AGRADA A DEUS

Tempo de leitura: 3 minutos

Meditando no texto de Filipenses, percebemos que nós somos responsáveis pelos nossos próprios pensamentos. Pela “qualidade” daquilo que pensamos… Muitas pessoas afirmam que não conseguem esquecer uma mágoa, um ressentimento, um fato triste que tenha lhes marcado a vida… Mas nós somos responsáveis por aquilo que pensamos. Por aquilo que “alimenta” o nosso cérebro.

A Palavra de Deus tem algo a nos dizer sobre pensamentos.

Filipenses 4.8 “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo tudo o que é puro tudo o que é amável tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai”. 

O Senhor deseja que pensemos em coisas que nos edifiquem!

– Tudo o que é verdadeiro… Quantas e quantas vezes ficamos “ruminando” situações que não passam de mera suposição? É o “eu acho” do ser humano que muitas vezes lhe tira o sono e lhe causa problemas. A Bíblia nos adverte para pensarmos no que é verdadeiro. Naquilo que detêm a verdade. Naquilo que nos edifica. Lembra quando Jesus diz: “Eu sou o caminho e a VERDADE…”?(João 14.6 – Grifo dos autores). Quando nos vemos envolvidos em situações onde não temos certeza, devemos nos voltar para Jesus. É Ele que nos levará a tomar a decisão acertada, é Ele que nos revelará a verdade oculta na situação, é Ele que nos direcionará para a verdade. Então, não perca o seu tempo, pensando nas coisas que não conhece que não controla e que não tem poder para mudar. Entregue a Jesus, porque Ele é a verdade!

– Tudo que é honesto, justo, puro… Sabe aquela história que você conhece do irmão ou da irmã… Aquela situação que não deveria nem ser comentada, porque não edifica ninguém, mas que você conta para um amigo ou familiar, “só para compartilhar”…? Pois é, não deveria falar! Se pensarmos somente no que é honesto, no que é decente… Episódios infelizes da vida alheia não podem nem passar pela nossa cabeça, quanto mais pela boca! Se pensarmos apenas em coisas boas, não iremos alimentar a nossa mente com coisas pecaminosas. E mantendo os nossos pensamentos “puros”, evitamos que satanás encontre alguma brecha para nos atacar!

– Tudo o que é amável, de boa fama… Devemos alimentar os nossos pensamentos com coisas boas. Exemplos bons, histórias de vida que edificam; conversas sadias… Tudo o que nos levar para mais perto do Senhor, deve controlar os nossos pensamentos! Não cabe ao cristão, julgar o seu próximo, falar do seu próximo ou passar o seu tempo alimentando pensamentos negativos em relação à outra pessoa. Devemos ter uma mente voltada para o Senhor. Uma mente limpa, pura e santa!

– Se há alguma virtude, se há algum louvor, nisso pensai… Ou seja, tudo aquilo que merece ser dito, merece ser louvado, que tem um conteúdo bom… Nisso devemos nos concentrar. É isso que deve ocupar a nossa mente. É digno de elogio? É um exemplo de vida para mim? Isso me aproxima de Jesus? Então isso é um bom pensamento para alimentar.

Por que a Bíblia nos instrui a pensarmos nas coisas santas? Porque todas as vezes que alimentamos os nossos pensamentos com coisas que não são puras, estamos nos alimentando de lixo! Isso mesmo! LIXO! E é exatamente isso que o diabo quer; que nós nos concentremos em pensar nas coisas que ele controla, que ele domina e que ele pode usar como brechas em nossas vidas!

Então, a partir de hoje, se você ainda não tinha o hábito de “controlar” o que passa pela sua cabeça… Comece a fazê-lo! Pois o Senhor nos orienta nesse sentido.

Sabendo que aquilo que pensamos produz o que falamos e como agimos… Temos a certeza de que temos uma vida que agrada a Deus, a partir do momento que “selecionamos” os nossos pensamentos!

Deus abençoe a sua vida!

Prs Alexandre e Rosileni Mansano